O curso de Mestrado em Bíblia busca compreensão das Escrituras Sagradas, não prescindindo de abordagem acadêmica a seus contextos históricos, sociais, imaginários. Com isso, cuida-se de construir um conhecimento bíblico consistente com o qual se visa servir a Igreja contemporânea.

O seu eixo temático perpassa o Antigo e o Novo Testamentos, em seu caráter teológico e exegético, divide-se em duas linhas de pesquisa:

 - Estudos no Antigo Testamento procura-se pesquisar a Bíblia Hebraica sob os olhares de abordagens antropológicas, arqueológicas, históricas, sociológicas e teológicas. E da perspectiva de teorias recentes a respeito da história de Israel e do Antigo Oriente Médio.
 - Estudos no Novo Testamento procura-se pesquisar o cânon neotestamentário sob a óptica de abordagens antropológicas, arqueológicas, históricas, sociológicas e teológicas. E da perspectiva de teorias recentes a respeito da história do judaísmo do segundo templo e do cristianismo primitivo.
Estudo e prática dos métodos que norteiam a pesquisa acadêmica tendo em vista o estudo do tema, pelo aluno, e de sua produção escrita no formato de dissertação. 
Nesta disciplina, o estudante desenvolverá o pré projeto que norteará a pesquisa de sua dissertação. 

Apresentação de métodos utilizados em exegese e das fases da pesquisa exegética. Produção de textos exegéticos relativos a trechos e/ou livros bíblicos.

Aplicação de metodologia exegética em textos selecionados do Novo Testamento.

Estudos de temas teológicos extraídos do Novo Testamento, levando-se em conta seus contextos vivenciais, históricos, sociais, econômicos, políticos, culturais, bem como as linhas de tradição do cristianismo primitivo, desde sua oralidade até a confecção dos textos que compõem o cânon.

Aplicação de metodologia exegética em textos selecionados do Antigo Testamento.

Estudos de temas teológicos extraídos do Antigo Testamento, levando-se em conta seus contextos vivenciais, históricos, sociais, econômicos, políticos, culturais. Consideram-se, portanto, as linhas de tradição que contribuíram para o profetismo bíblico e a formação dos textos que compõem o cânon da Bíblia Hebraica.

Reflexão a respeito das leituras das Escrituras no contexto contemporâneo, com os desafios que são colocados aos estudiosos da Bíblia a partir das questões sociais, políticas, econômicas, religiosas, culturais que se lhes impõem.